terça-feira, 16 de maio de 2017

13 Reasons Why | Livro em que série foi baseada é recolhido após novos casos de suicídios nos EUA

Uma pequena cidade no estado do Colorado, nos EUA, recolheu e proibiu

temporariamente qualquer edição do livro 13 Reasons Why, após o suicídio de sete estudantes desde o início do ano. Segundo as autoridades da cidade de Mesa County Valley, o livro romantiza o suicídio e incentiva os jovens a se matarem...
Leia a matéria completa

Fonte:https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/series-e-tv/2017/05/13-reasons-why-livro-em-que-serie-foi-baseada-e-recolhido-apos-novos-casos-suicidios-nos-eua

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Escritora da semana - JOJO MOYES

Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres. Trabalhou como jornalista
por dez anos, nove deles no jornal The Independent, de onde saiu em 2002 para se dedicar integralmente à carreira de escritora.

É autora de mais de dez livros, entre eles A última carta de amor, Como eu era antes de você, A garota que você deixou para trás e Um mais um, publicados pela Intrínseca. Como eu era antes de você, seu romance de maior sucesso, vendeu mais de oito milhões de exemplares em todo o mundo, ocupou o topo da lista de mais vendidos em nove países e foi adaptado para o cinema com Sam Claflin (Jogos vorazes) e Emilia Clarke (Game of Thrones).

Uma das poucas escritoras no mundo a ter emplacado três livros ao mesmo tempo na lista de mais vendidos do The New York Times, Jojo mora em Essex com o marido e os três filhos.

Obras:
-Retrato de família - no original Sheltering Rain (2002)
-A Casa das Marés - no original Foreign Fruit (2003) (published in the US as Windfallen)
-The Peacock Emporium (2004)
-O Navio das Noivas - no original The Ship of Brides (2005)
-Baía da Esperança - (Primeira tradução: A baía do desejo) - no original Silver Bay (2007)
-O Som do Amor - no original Night Music (2008)
-Nada Mais a Perder - no original The Horse Dancer (2009)
-A Última Carta de Amor - no original The Last Letter From Your Lover (2010)
-Como Eu Era Antes de Você - no original Me Before You (2012)
-Paris Para Um e outros contos - no original Honeymoon In Paris (2012)
-A Garota que Você Deixou Para Trás - no original The Girl You Left Behind (2012)
-Um Mais Um- no original The One Plus One (2014)

-Depois de Você - no original After You (2015)

terça-feira, 18 de abril de 2017

Concurso de contos - Grupo Livrarias Curitiba.

As inscrições serão gratuitas e, para concorrer, os interessados deverão, a partir
das 0h do dia 01 de maio de 2015 até às 23h59 do dia 07 de junho de 2015, enviar o formulário preenchido constando: nome completo, CPF, cidade em que reside, telefone e e-mail para contato, além do título do conto e o conto. O arquivo preenchido deve ser enviado para o e-mail contos@livrariascuritiba.com.br e somente serão considerados válidos aqueles que chegarem até o último dia de inscrição. O arquivo de Word deverá ser renomeado e enviado com o nome do autor seguido pelo título do conto, por exemplo, “João da Silva – Conto 123”.
Eventuais dúvidas quanto à inscrição no concurso, bem como sobre as regras do concurso, poderão ser esclarecidas através do e-mail indicado acima. Não poderão concorrer, nem participar do concurso, os empregados do Grupo Livrarias Curitiba, direta ou indiretamente envolvidos na sua organização.

Mais informações e regualmento  aqui

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Com quase 4 meses de atraso, Bob Dylan recebe Nobel de Literatura


Como se esperava, a entrega aconteceu de forma íntima e sem a presença dos veículos de imprensa



Berlim — O cantor americano Bob Dylan recebeu neste sábado em Estocolmo o diploma e a medalha do Nobel de Literatura, quase quatro meses depois da cerimônia oficial de entrega dos prêmios, à qual não compareceu.

Vários membros da Academia Sueca, entre eles a secretária permanente, Sara Danius, e seu antecessor, Horace Engdahl, confirmaram à televisão pública da Suécia “SVT” a presença do músico na cidade.

Como se esperava, a entrega aconteceu de forma íntima e sem a presença dos veículos de imprensa. Dylan se encontra em Estocolmo para dois shows neste fim de semana e Danius antecipou na quarta-feira passada em seu blog que iria a um deles.

Aproveitando a estadia do astro na cidade, foi combinado que a entrega do prêmio ocorreria em um encontro “pequeno e íntimo” e sem imprensa, seguindo os desejos do cantor, de 75 anos.

Apenas um dia antes, no mesmo blog, a secretária da Academia revelou que os dirigentes estavam há meses sem falar com o músico e lembrou que a cerimônia de entrega do prêmio – necessária também para dar as 8 milhões de coroas suecas (US$ 900 mil) – deveria ocorrer até o dia 10 de junho.

Após marcar o encontro com Dylan para este fim de semana, Danius explicou que esperavam receber posteriormente e gravação do discurso de aceitação, o que já tinha ocorrido em outras ocasiões.

Dylan foi premiado com o Nobel no dia 13 de outubro por criar “novas expressões poéticas dentro da grande tradição da canção americano”. O músico confirmou pouco depois que aceitava o prêmio, mas em meados de novembro a Academia anunciou que ele não estaria na cerimônia de entrega, prevista para o dia 10 de dezembro.

“Ele queria poder receber o prêmio pessoalmente, mas outros compromissos o impossibilitaram”, afirmou a instituição em comunicado no qual mostrava respeito a decisão e lembrava que o fato de um premiado não ir a Estocolmo era pouco frequente, embora não excepcional.

segunda-feira, 6 de março de 2017

Escritor da Semana - Pablo Neruda

Biografia, obras e estilo literário 

Filho de um operário ferrroviário e de uma professora primária, nasceu em 12
de julho de 1904, na cidade de Parral (Chile). Seu nome era verdadeiro era Neftalí Ricardo Reyes Basoalto. Perdeu a mãe no momento do nascimento.

Em 1906, a família muda-se para a cidade de Temuco. Começa a estudar por volta dos sete anos no Liceu para Meninos da cidade. Ainda em fase escolar, publica seus primeiros poemas no jornal “ La Manãna”. No ano de 1920, começa a contribuir com a revista literária “Selva Austral”, já utilizando o pseudônimo de Pablo Neruda (homenagem ao poeta tcheco Jan Neruda e ao francês Paul Verlaine).


Em 1921, passa morar na cidade de Santiago do Chile e estuda pedagogia no Instituto Pedagógico da Universidade do Chile. Em 1923 publica ‘Crepusculário” e no ano seguinte “Vinte poemas de amor e uma canção desesperada”, já com uma forte marca do modernismo.


No ano de 1927, começa sua carreira diplomática, após ser nomeado cônsul na Birmânia. Em seguida passa a exercer a função no Sri Lança, Java Singapura, Buenos Aires, Barcelona e Madri. Nesta viagens, conhece diversas pessoas importantes do mundo cultural. Em Buenos Aires, conheceu Garcia Lorca, e em Barcelona Rafael Alberti.

Em 1930, casa-se com María Antonieta Hagenaar, divorciando-se em 1936. Logo após começou a viver com Delia de Carril, com quem se casou em 1946, até o divórcio em 1955. Em 1966, casou-se novamente, agora com Matilde Urrutia.


Em 1936, explode a Guerra Civil Espanhola. Comovido com a guerra e com o assassinato do amigo Garcia Lorca, compromete-se com o movimento republicano. Na França, em 1937, escreve “Espanha no coração”. Retorna neste ano para o Chile e começa a produzir textos com temáticas políticas e sociais.

No ano de 1939, é designado cônsul para a imigração espanhola em Paris e pouco tempo depois cônsul Geral do México. Neste país escreve “Canto Geral do Chile”, que é considerado um poema épico sobre as belezas naturais e sociais do continente americano.


Em 1943, é eleito senador da República. Comovido com o tratamento repressivo que era dado aos trabalhadores de minas, começa a fazer vários discursos, criticando o presidente González Videla. Passa a ser perseguido pelo governo e é exilado na Europa.


Em 1952, publica “Os versos do capitão” e dois anos depois “ As uvas e o vento”. Recebe o prêmio Stalin da Paz em 1953. Em 1965, recebe o título honoris causa da Universidade de Oxford (Inglaterra). Em outubro de 1971, recebe o Prêmio Nobel de Literatura.

Durante o governo do socialista Salvador Allende, é designado embaixador na França. Doente, retorna para o Chile em 1972. Em 23 de setembro do ano seguinte, morre de câncer de próstata na Clínica Santa Maria de Santiago (Chile).

Obras de Pablo Neruda

Crepusculario. 
Veinte poemas de amor y una canción desesperada. 
Tentativa del hombre infinito.
El habitante y su esperanza. Novela. 
Residencia en la tierra (1925-1931). 
España en el corazón. Himno a las glorias del pueblo en la guerra: (1936- 1937). 
Tercera residencia (1935-1945). 
Canto general. 
Todo el amor. 
Las uvas y el viento. 
Odas elementales. 
Nuevas odas elementales. 
Tercer libro de las odas. 
Estravagario. 
Cien sonetos de amor (Cem Sonetos de Amor). 
Navegaciones y regresos. 
Poesías: Las piedras de Chile. 
Cantos ceremoniales. 
Memorial de Isla Negra. 
Arte de pájaros. 
La Barcaola. 
Las manos del día. 
Fin del mundo. 
Maremoto. 
La espada encendida. 
Invitación al Nixonicidio y alabanza de la revolución chilena. 
Libro de las preguntas. 
Jardín de invierno. 
Confieso que he vivido. Memorias. 
Para nacer he nacido. 
El río invisible. Poesía y prosa de juventud.
Obras completas. 3a. ed. aum.      

sexta-feira, 3 de março de 2017

10 mil e-books gratuitos

A Livraria Cultura, uma das maiores do Brasil,
disponibilizou em seu site mais de 10 mil e-books gratuitos. No catálogo constam livros de diversas áreas. Entre elas, centenas de títulos das seções de arquitetura, engenharia e artes.
Para adquirir os livros, é só se cadastrar no site da livraria e comprar os livros desejados, sem custo. Também é possível baixar os e-books diretamente em dispositivos de leitura, como o Kindle, por exemplo.
Veja todos os títulos gratuitos aqui.

quinta-feira, 2 de março de 2017

Morre Alicia Morel, precursora da literatura infantil chilena, aos 95 anos

Morreu nesta quarta-feira, aos 95 anos, a escritora chilena Alicia Morel, em Santiago. Alicia foi vítima de um derrame cerebral decorrente de uma broncopneumonia que enfrentava há semanas

"Perico trepa por Chile" ("Perico sobe o Chile", numa tradução livre), inédito em português, é um clássico do gênero no país. A ministra da Educação Adriana Delpiano se manifestou em sua conta no Twitter: "Parte importante da literatura infantil nacional e que marcou gerações. Até sempre", com uma foto de Alicia. A autora não tem nenhum livro publicado no Brasil.


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Os livros mais vendidos - TOP10

Até 01/03/2017

Ficção


O Homem Mais Inteligente da História
Augusto Cury
Sextante
Semana anterior: 1° lugar
Semanas na lista: 17






Quatro Vidas de Um Cachorro
W. Bruce Cameron
HarperCollins Brasil
Semana anterior: 2° lugar
Semanas na lista: 13















Como Eu Era Antes de Você
Jojo Moyes
Intrínseca
Semana anterior: 3° lugar
Semanas na lista: 54 (não consecutivas)
















Depois de Você
Jojo Moyes
Intrínseca
Semana anterior: 4° lugar
Semanas na lista: 53
















Grey
E. L. James
Intrínseca
Semana anterior: 6° lugar
Semanas na lista: 56 (não consecutivas)

















Cinquenta Tons Mais Escuros
E. L. James
Intrínseca
Semana anterior: 5° lugar
Semanas na lista: 62 (não consecutivas)
















A Garota no Trem
Paula Hawkins
Record
Semana anterior: 9° lugar
Semanas na lista: 53 (não consecutivas)
















Cinquenta Tons de Liberdade
E. L. James
Intrínseca
Semana anterior: 8° lugar
Semanas na lista: 3















A Revolução dos Bichos
George Orwell
Companhia das Letras
Semana anterior: 8° lugar
Semanas na lista: 3














10º
A Última Carta de Amor
Jojo Moyes
Intrínseca
Semana anterior: 0° lugar
Semanas na lista: 27 (não consecutivas)













quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Tom Hanks lança livro de contos em outubro

O ator publicará "Uncommon Type: Some Stories", com 17 contos que têm como traço comum as máquinas de escrever antigas, uma paixão sua.


O primeiro livro de Tom Hanks, vencedor de dois Óscares, chama-se "Uncommon Type: Some Stories" e será lançado em outubro. O ator é conhecido - para além dos filmes que protagonizou, como Forrest Gump, Philadelphia, O náufrago ou O resgate do soldado Ryan - pela sua paixão por máquinas de escrever, e todos os 17 contos do livro envolvem, de alguma forma, uma máquina de escrever diferente.

Em 2014, Tom Hanks expressou a sua paixão com a criação de uma aplicação, Hanx Writer, que permite à geração digital produzir fac-símile de datilografia, que se tornou um 'bestseller' na loja iTunes da Apple.

O livro, que será lançado no dia 24 de outubro pela editora Alfred A. Knopf, começou a ser trabalhado logo após Tom Hanks ter publicado uma história na revista New Yorker - publicação para a qual escrevem alguns dos mais reverenciados escritores de todo o mundo - em 2014.

"Fiquei impressionado com a sua voz notável e com o seu comando como escritor. Esperava que pudessem existir mais histórias. Felizmente, para os leitores, verifica-se que sim", disse o editor Sonny Mehta.

Entre as histórias escritas por Tom Hanks, há uma sobre um imigrante que chega a Nova Iorque, outra sobre um jogador que se torna uma celebridade e outra acerca de um multimilionário excêntrico.

Tom Hanks revelou, em comunicado, que começou a trabalhar nas histórias em 2015: "Escrevi em hotéis durante tournées de imprensa, escrevi em férias, escrevi em aviões, em casa e no escritório. Quando podia estabelecer um horário, escrevia de manhã, entre as 09:00 e as 13:00".

A edição britânica será publicada por William Heinemann, do grupo Penguin Random House UK, simultaneamente com a Knopf nos Estados Unidos.

Até ao momento, os direitos de língua estrangeira foram vendidos em sete países, do Brasil à China. O audiobook será lido pelo autor.

FONTE
http://www.dn.pt/artes/interior/tom-hanks-lanca-livro-de-contos-em-outubro-5684615.html

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Escritor da semana - Stephen King

Stephen King (1947) é um escritor norte americano, autor de best-sellers do gênero de terror e da fantasia. É um dos autores mais adaptados para o cinema e também para a televisão.


Stephen Edwin King (1947) nasceu em Portland, nos Estados Unidos. No dia 21 de setembro de 1947. Filho de pais separados passou sua infância em Fort Wayne, Indiana, com a família do pai. Com onze anos foi morar com a mãe em Durban, no Estado de Maine. Estudou o ensino médio na Lisboa Falls High Scholl, graduando-se em 1966. Ingressou na Universidade de Maine, em Orono, época em que escrevia uma coluna semanal para o jornal da escola. Graduou-se em 1970, com licenciatura em inglês para lecionar no ensino médio. Nessa época escrevia histórias curtas para revistas locais.
Em 1971 começou a lecionar inglês no Hampden Academy. Nesse mesmo ano casa-se com Tabitha Spruce, sua colega de universidade. Continuou escrevendo nas horas vagas. Em 1973, seu romance “Carrie”, foi aceito por uma editora e publicado em 1974. No ano seguinte publicou “A Hora do Vampiro”.
Stephen King tornou-se o autor de diversos best-sellers, publicou mais de cinquenta romances, quase todos nos gêneros do terror e da fantasia. É um dos autores mais adaptados para o cinema e também para a televisão, como a série “O Domo”. O seu livro “A Zona Morta” originou a série da Fox com o mesmo nome. Escreveu roteiros de episódios para a série Arquivo X, entre eles, “Feitiço”, da quinta temporada.
Apesar do grande destaque para a literatura de terror, Stephen King escreveu algumas obras fora desse gênero, que também foram levados ao cinema, entre eles, “Conta Comigo”, “Um Sonho de Liberdade” (contos retirados do livro “Quatro Estações”), “Christine”, “Eclipse Total”, “Lembranças de um Verão” e “A Esperança de um Milagre”.

O exagero e extravagâncias de seus livros ganharam versões memoráveis nas mãos de grandes cineastas. “Sou um escritor visual, e isso atrai cineastas”, disse o escritor. Entre os seus livros de terror que foram levados ao cinema estão: “Carrie, a Estranha” (1974), “A Hora do Vampiro” (1975), adaptado para o filme “Vampiros de Salem”, “O Iluminado” (1977), entre outros.
Stephen King fez participações especiais em várias adaptações cinematográficas de suas obras, bem como pequenos papeis. Em 1985, fez sua estreia como diretor e roteirista do filme “Maximum Overdrive”, uma adaptação de seu conto “Trucks”.
Em 2003, Stephen King recebeu a Medalha Nacional da Fundação do Livro, por sua contribuição à literatura americana. Em 2014, Stephen lançou “Revival”, romance gótico pop sobre um roqueiro amaldiçoado por um estranho amigo de infância.


Livros de ficção publicados:

1974 - Carrie (Carrie)  - comprar
1975 - A Hora do Vampiro (Salem's Lot)
1977 - O Iluminado (The Shining)
1978 - A Dança da Morte (The Stand)
1979 - A Zona Morta (The Dead Zone)
1980 - A Incendiária (Firestarter)
1981 - Cão Raivoso (Cujo)
1983 - Christine (Christine)
1983 - O Cemitério (Pet Sematary)
1983 - A Hora do Lobisomem (Cycle of the Werewolf)
1984 - O Talismã (The Talisman, escrito com Peter Straub)
1985 - Tripulação de Esqueletos (Skeleton Crew)
1986 - A Coisa (It)
1987 - Os Olhos do Dragão (The Eyes of the Dragon)
1987 - Angústia (Misery) 
1987 - Os Estranhos (The Tommyknockers)
1989 - A Metade Negra (The Dark Half)
1990 - A Dança da Morte (expandida) (The Stand: The Complete & Uncut Edition)
1991 - Trocas Macabras (Needful Things)
1992 - Jogo Perigoso (Gerald's Game)
1992 - Eclipse Total (Dolores Claiborne)
1994 - Insônia (Insomnia)
1995 - Rose Madder (Rose Madder)
1996 - À Espera de Um Milagre (The Green Mile)
1996 - Desespero (Desperation)
1998 - Saco de Ossos (Bag of bones)
1999 - A Tempestade do Século
1999 - The Girl Who Loved Tom Gordon (não publicado no Brasil)
2000 - Riding the Bullet (não publicado no Brasil)
2001 - O Apanhador de Sonhos (Dreamcatcher)
2001 - A Casa Negra (Black House, escrito com Peter Straub)
2002 - Buick 8 (From a Buick 8)
2005 - O Rapaz do Colorado
2006 - Celular (Cell)
2006 - LOVE: A História de Lisey (Lisey’s Story)
2008 - Duma Key (Duma Key)
2009 - Under the Dome
2010 - Blockade Billy

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Grandes Livros - A Origem das Espécies (Charles Darwin)

A Origem das Espécies, do naturalista britânico Charles Darwin, é um dos livros mais importantes da história da ciência, apresentando a Teoria da Evolução, base de toda biologia moderna.
Nesse livro, Darwin apresenta evidências abundantes da evolução das espécies, mostrando que a diversidade biológica é o resultado de um processo de descendência com modificação, onde os organismos vivos se adaptam gradualmente através da selecção natural e as espécies se ramificam sucessivamente a partir de formas ancestrais, como os galhos de uma grande árvore: a árvore da vida.



quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Grandes Livros - Drácula (Bram Stoker)

Drácula é um romance de 1897 escrito pelo autor irlandês Bram Stoker, tendo como protagonista o vampiro Conde Drácula.
Estruturalmente, é um romance epistolar, ou seja, contada como uma série de cartas, entradas de diário, registros de bordo etc. Embora Stoker não tenha inventado o vampiro, a influência do romance na popularidade dos vampiros foi singularmente responsável por muitas peças de teatro, cinema, televisão e muitas interpretações ao longo dos séculos XX e XXI.



segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Escritor da semana - Júlio Verne

Jules Gabriel Verne, conhecido popularmente como Júlio Verne foi um
importante escritor francês do século XIX. Nasceu na cidade de Nantes em 8 de fevereiro de 1828 e faleceu em 24 de março de 1905 na cidade de Amiens (França). Ganhou grande destaque no cenário literário internacional através de suas novelas de aventuras que fizeram e ainda fazem muito sucesso.

Júlio passou a infância com a família na cidade de Nantes. Por ser uma cidade portuária, alguns biógrafos do escritor afirmam que Júlio Verne adorava ficar olhando os navios chegarem e partirem. Este fato pode ter estimulado seu gosto pelas aventuras e viagens.

No início da fase adulta, foi enviado pelo pai para a cidade de Paris com o objetivo de que estudasse Direito e seguisse assim a mesma carreira do pai. Porém, na capital francesa passou a desenvolver grande interesse por teatro e literatura.

Deixou de lado o estudo das leis, fato que lhe causou o corte da ajuda financeira que vinha regularmente do pai. Para sobreviver, passou a trabalhar como corretor de ações. 

Em 1857, se casou com Honorine de Morel, uma viúva com dois filhos. Em 1861, teve um filho com ela que se chamou Michel Jean Pierre Verne.

No começo da década de 1860, já bastante familiarizado com setores da intelectualidade francesa, entrou em contato com os grandes escritores Victor Hugo e Alexandre Dumas.

Em 1863, foi publicada sua primeira grande obra: "Cinco Semanas em um Balão". A obra fala sobre uma viagem em um balão de hidrogênio sobre o território africano. Júlio Verne mostrou, nesta obra, importantes aspectos geográficos, culturais e até mesmo sobre a vida animal da África. As informações contidas no livro, e que muitos julgavam ser fictícias, vieram das pesquisas feitas por Júlio Verne e também se sua rica imaginação. Com esta obra, Júlio Verne passou a ser famoso, além de ganhar um bom dinheiro que lhe garantiu estabilidade financeira para escrever outros livros.


O estilo literário de Júlio Verne fez um grande sucesso na segunda metade do século XIX, pois a literatura se expandia e a vontade em conhecer lugares exóticos era muito grande. Sua obra é marcada por doses de ficção científica, aventuras em locais extraordinários e aspectos culturais de povos e pessoas reais e imaginárias.



Principais obras de Júlio Verne:

- Cinco semanas em um balão - 1863
- O capitão Hateras - 1864-1867
- Viagem ao centro da terra - 1864
- Da Terra à Lua - 1865
- Os filhos do capitão Grant - 1866-1868
- Vinte mil léguas submarinas -1870
- Os conquistadores - 1870
- A volta ao mundo em oitenta dias - 1872
- A ilha misteriosa - 1873-1875
- O Chancellor - 1875
- As Índias Negras - 1876-1877
- Um capitão de quinze anos - 1878
- História das grandes viagens e dos grandes viajantes - 1878
- A revolta da Bounty - 1879
- A jangada - 1880
- A escola dos Robinsons - 1882
- Dez horas de casa -1882
- O arquipélago em chamas - 1883
- Kerabán, o teimoso - 1883
- Um bilhete de loteria - 1885
- O náufrago do Cynthia - 1885
- Robur, o conquistador - 1886
- O caminho da França - 1887
- Dois anos de férias -1888
- Família sem nome - 1888-1889
- A esfinge dos gelos - 1895
- Os irmãos Kip - 1902

- O senhor do mundo -1904

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Filmes baseados em livros - O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

O Hobbit conta as aventuras de Bilbo Bolseiro e um grupo de valorosos anões numa jornada rumo à Montanha Solitária, para derrotar o dragão Smaug. A adaptação do livro para o cinema, com direção de Peter Jackson, foi dividida em três filmes. O segundo é o O Hobbit

O britânico J. R. R. Tolkien publicou O Hobbit em 1937, dezessete anos antes de lançar O Senhor dos Anéis, cujo protagonista é Bilbo Bolseiro, sobrinho de Bilbo.








Sir John Ronald Reuel Tolkien 03/01/1892 – 22/09/1973) foi um escritor
inglês, poeta, filologista, e professor de universidade, conhecido por ser autor das célebres e clássicas obras de fantasia O Hobbit,O Senhor do Anéis e O Silmarillion. Filho de pais ingleses, Tolkien nasceu na cidade de Bloemfontain na África do Sul, e, depois de ter perdido o seu pai, ele, juntamente com a sua mãe e o irmão, mudou-se para Inglaterra. Ali, Tolkien concorreu a uma vaga na Escola King Edwards em Birmingham, tendo sido aceito numa segunda tentativa. comprar o livro
 comprar o livro








terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Grandes livros - 1984 (George Orwell)

Mil Novecentos e Oitenta e Quatro, ou 1984, é um romance distópico clássico do autor inglês Eric Arthur Blair, mais conhecido pelo pseudônimo de George Orwell. Terminado de escrever no ano de 1948 e publicado em 8 de junho de 1949, retrata o cotidiano de um regime político totalitário e repressivo no ano homônimo. 
No livro, Orwell mostra como uma sociedade oligárquica coletivista é capaz de reprimir qualquer um que se opuser a ela. A história narrada é a de Winston Smith, um homem com uma vida aparentemente insignificante, que recebe a tarefa de perpetuar a propaganda do regime através da falsificação de documentos públicos e da literatura a fim de que o governo sempre esteja correto no que faz. Smith fica cada vez mais desiludido com sua existência miserável e assim começa uma rebelião contra o sistema.

'1984' não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo. Invasão de privacidade, avanços tecnológicos que propiciam o controle total dos indivíduos, destruição ou manipulação da memória histórica dos povos e guerras para assegurar a paz já fazem parte da realidade. Se essa realidade caminhar para o cenário antevisto em '1984', o indivíduo não terá qualquer defesa. Aí reside a importância de se ler Orwell, porque seus escritos são capazes de alertar as gerações presentes e futuras do perigo que correm e de mobilizá-las pela humanização do mundo.



segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Escritor da semana - Markus Frank Zusak

Markus Frank Zusak nasceu em Sydney no dia 23 de junho de 1975. Mais novo de quatro filhos de um austríaco e uma alemã, Markus cresceu ouvindo histórias a respeito da Alemanha Nazista, sobre o bombardeio de Munique e sobre judeus marchando pela pequena cidade alemã de sua mãe. Ele sempre soube que essa era uma história que ele queria contar.
     O autor australiano decidiu escrever A menina que roubava livros a partir da experiência dos pais sob o nazismo em seus países de origem. Markus Zusak realizou ampla pesquisa sobre o tema na própria Alemanha, checando informações em Munique e visitando o campo de concentração de Dachau. Algumas histórias da ficção são recordações de infância da mãe.


 Aos 30 anos, Zusak já se firmou como um dos mais inovadores e poéticos romancistas dos dias de hoje. Com a publicação de “A Menina que Roubava Livros”, ele foi batizado como um “fenômeno literário” por críticos australianos e norte-americanos. Zusak é o autor vencedor do prêmio de quatro livros para jovens: “The Underdog”, “Fighting Ruben Wolfe”, “Getting the Girl”, e “Eu Sou o Mensageiro”, receptor de um Printz Honor em 2006 por excelência em literatura jovem. Markus Zusak vive em Sydney com sua esposa e sua filha. Gosta de surfar e assistir filmes em seu tempo livre



Bibliografia
  

• Bridge of Clay (2009) 

• The Book Thief (2006) – A menina que roubava livros

• Getting the Girl (2003)

• The Messenger (2002) – O mensageiro

• Fighting Ruben Wolfe (2001)

• When Dogs Cry (2001)

• The Underdog (1999)